Tribos regionais australianas já conhecem o poder da melaleuca há tempos. Para nós, vindo da conhecida como árvore do chá, o óleo de melaleuca é um importante aliado no combate à oleosidade e ajuda tratar as peles acneicas.

Agora cultivada também na Ásia, América do Sul e Europa, a árvore de melaleuca fornece uma matéria-prima usada em diversos produtos de tratamento e beleza. Seu poder vem de suas folhas e não está restrito ao tratamento de pele, como também de cabelos e unhas.

Sabemos que há intenso sofrimento por parte de quem possui a pele acneica. Além de prejudicar a pele, também produz efeitos negativos na autoestima, por conta da aparência e das cicatrizes. Daí a importância de falarmos sobre a melaleuca.

Hoje, vamos falar especificamente sobre o óleo de melaleuca e como funciona no tratamento de peles acneicas. Acompanhe:

 

O que é o óleo de melaleuca e quais as suas propriedades?

 

Melaleuca é uma árvore originada da Austrália, belíssima, também conhecida como tea tree, ou no bom português, a árvore do chá. Costuma florescer em pântanos, próxima a rios e é usada há séculos por tribos aborígenes.

O óleo é o resultado obtido depois da destilação das folhas, processo físico por meio do qual é possível fazer a separação de misturas homogêneas. A lista de propriedades benéficas da melaleuca é grande, as suas folhas têm um alto poder de limpeza e desinfecção.

Ele funciona como:

- Antisséptico;

- Anti-inflamatório;

- Adstringente;

- Antibiótico;

- Bactericida;

- Fungicida;

- Antioxidante.

Todo esse poder de limpeza, cicatrização e proteção em um elemento natural.

 

O que são as peles acneicas?

 

As glândulas sebáceas produzem o óleo natural da nossa pele, a função dele é hidratar e proteger. É uma função natural e visa a saúde da pele como um todo. Entretanto, quando a produção desse óleo é muito grande, como o caso de peles oleosas, acontece a obstrução dos poros.

Isso é o que causa a inflamação, a liberação de substâncias dentro desses poros obstruídos, aumentando o número de cravos e espinhas no rosto. Por isso que as peles mais oleosas são aquelas com tendência à acne e sofrem com acúmulo de cravos e espinhas, além das cicatrizes que deixam.

São muitos os motivos para esse quadro:

- Pode ser a fase, como os adolescentes;

- Pode ser a ocorrência de desregulamento hormonal, comum nas mulheres, por conta de medicamentos;

- Pode ter origem emocional;

- Etc.

 

Benefícios do óleo de melaleuca para peles acneicas

 

O que o óleo faz na pele é limpar esse poro obstruído, retirando a infecção e evitando que se forme ali outra acne. Somado a isso, o poro acaba por não ficar mais dilatado, ajudando na aparência de uma pele mais limpa e saudável.

Existe uma espécie de selagem da pele, sendo assim, o óleo não deixa que a água da pele evapore. Com isso, a pele "entende" que está hidratada e não produz mais tanto óleo como costuma fazer.

Então, além de todas as propriedades que ajudam a limpar o poro infectado, a melaleuca ajuda a manter a pele hidratada, menos oleosa e evita que o processo ocorra novamente.

Claro que as propriedades também colaboram para minimizar as marcas deixadas por espinhas anteriores, melhorando a aparência das cicatrizes. Tudo isso acontece por conta de todas aquelas ações que citamos antes, que têm o poder de restaurar a região, que passa a ter uma melhor produção de oleosidade, controlando o surgimento de novas acnes.

Ressaltando que o tratamento funciona de fora para dentro, sendo que o seu uso é apenas externo. Em hipótese nenhuma, deve-se ingerir o óleo de melaleuca. Os resultados são obtidos por meio de aplicação em misturas principalmente.

 

Onde encontramos a melaleuca?

 

Como falamos, é comum o uso de óleo de melaleuca, mas há também diversos produtos cosméticos que têm a melaleuca como ingrediente. Nesse caso, é importante avaliar o processo pelo qual esse produto passou, a fim de desfrutar de todos os benefícios da tea tree.

Então, para evitar o uso de produtos industrializados e processos de fabricação que comprometem o desempenho do óleo, é interessante o uso de cosméticos naturais.

Não só o óleo puro, como também produtos feitos à base de melaleuca, mas que são naturais e trabalharam para manter todo o potencial das folhas e suas propriedades. São, sem dúvidas, a melhor aposta para esse tipo de tratamento.

 

Qual a melhor opção para esse tipo de tratamento?

 

Cada pele tem um comportamento específico quando reage a um produto. No caso do óleo de melaleuca, é interessante fazer um teste de sensibilidade antes. Esse teste consiste em aplicar um pouco de óleo na dobra interna do cotovelo, aguardar alguns minutos e verificar possíveis reações.

Sendo assim, o óleo é contraindicado para peles sensíveis, gestantes e lactantes. Nos dois últimos casos, há alteração hormonal, por conta da placenta, sendo melhor evitar o uso desse tipo de produto.

Além disso, o consumo desse óleo para tratamento da pele não costuma ser sozinho. Óleos essenciais são mais concentrados, por isso é indicado fazer uma mistura com outro produto, por exemplo, algumas gotas um sabonete de limpeza facial.

No caso de produtos que tenham a melaleuca como ingrediente, não há problema. Lembrando que quanto mais natural o produto, melhor o seu resultado, pois o processo até chegar ao consumo tem o cuidado de manter seus nutrientes intactos.

Óleo de melaleuca é um importante aliado para o tratamento de peles acneicas. Como vimos, seus componentes trabalham trazendo benefícios para os poros, diminuindo a oleosidade e colaborando para uma pele limpa e bonita.

Temos certeza de que a quantidade de propriedades no óleo de melaleuca, principalmente para aqueles com peles acneicas, surpreendeu muito. Apesar de antigo em seu uso pelo ser humano, muitos ainda não conhecem o potencial de tratamento em torno da árvore chá.

Se você busca uma solução natural e potente para o tratamento de sua pele oleosa e com tendência à acne, não deixe de conferir o nosso site, para ver os produtos que levam esse precioso componente, além de seu óleo puro.